Notícias

31 agosto 2019

Embarcação espanhola que resgatou imigrantes no Mar Mediterrâneo recebe autorização para atracar na Itália

Em meio ao agravamento da crise humanitária no Mar Mediterrâneo, que culminou na morte de mais de dois mil imigrantes apenas no ano de 2018, diversas ONGs tem atuado para resgatar e buscar auxílio aos imigrantes oriundos principalmente do Oriente Médio e do norte da África. Uma dessas organizações é a Open Arms que em 2 de agosto de 2019, em seu Twitter informou ter resgatado imigrantes provenientes da Líbia que necessitavam de ajuda. O fundador da ONG também manifestou-se, informando que esses imigrantes apresentavam “sinais inequívocos da violência sofrida na Líbia”.

Ao solicitar ajuda para a Itália, a Open Arms teve o pedido de auxílio negado pelo Ministro do Interior, Matteo Salvini, o qual declarou que estava trabalhando para impedir que navios de ONGs atracassem nos portos da Itália. Contrariando este Ministro italiano, o Tribunal Administrativo do Lácio autorizou a entrada da embarcação, sob o fundamento de que se tratava de uma situação de gravidade e urgência excepcionais. Em uma última tentativa, o Ministro do Interior da Itália editou nova medida de proibição; porém, tal medida não foi acatada pelos Ministros da Defesa e de Infraestrutura, invalidando o ato, uma vez que a lei de segurança italiana determina que decisões sobre imigração sejam tomadas em comum acordo pelos três ministros.

 

Notícia produzida por Mário Henrique da Rocha, estagiário do IBDMAR.