Notícias

01 dezembro 2017

CHAMADAS DE ARTIGOS / CALL FOR PAPERS

O Instituto Brasileiro de Direito do Mar (IBDMAR) torna público e convida a todos os professores, pesquisadores, estudantes, profissionais da área do direito e das relações internacionais para participar do processo seletivo de artigos a serem apresentados no III Congresso Brasileiro de Direito do Mar a ser realizado no Rio de Janeiro, entre os dias 24 e 25 de maio de 2018.

Os artigos devem ser enviados até o dia 26 de março de 2018.

 

PRÉ-CONDIÇÕES

Os artigos poderão ser escritos em português, espanhol, inglês ou francês.

Os trabalhos submetidos não precisam ser inéditos. Se o trabalho não for inédito, basta comunicar ao Editor (em “Comentário ao Editor”) no momento da submissão online do texto.

O conteúdo expresso é de inteira responsabilidade do autor, eximindo-se o Instituto de quaisquer responsabilidades.

Serão aceitos trabalhos produzidos por pesquisadores que tenham o título de Doutor, Mestre ou Especialista. Graduados e graduandos podem publicar apenas em co-autoria por doutores ou mestres. Cada autor poderá submeter até 2 (dois) artigos.

Todos os autores devem estar inscritos, no momento da submissão do artigo, no III Congresso Brasileiro de Direito do Mar.

 

FORMATO DO TEXTO

O artigo deverá enquadrar-se na seguinte formatação: arquivo Word (.doc ou .docx), tamanho entre 15 (vinte) e 30 (trinta) páginas, excluindo-se as referências bibliográficas, formato A4, fonte Times New Roman, corpo 12, espaçamento 1,5, margem superior e inferior de 2,5 cm e laterais de 3 cm, respeitando as normas da ABNT. Não serão aceitos artigos com menos de 15 (quinze) páginas. Citações em notas de rodapé (nunca em “autor-data”).

 

ESTRUTURA DO TEXTO

 Título (português ou espanhol ou francês, com necessária tradução para o inglês);

Resumo (português ou espanhol ou francês, com necessária tradução para o inglês);

Palavras-chaves (português ou espanhol ou francês, com necessária tradução para o inglês);

Introdução;

Desenvolvimento;

Considerações finais;

Referências bibliográficas.

 

Título e subtítulos devem ser grifados em negrito. O título deverá estar em caixa alta, centralizado, nas versões: português ou espanhol ou francês e inglês. Os títulos das divisões e subdivisões dos textos deverão ser escritos em letra minúscula, em negrito, e numerados de forma progressiva (não sendo numeradas introdução, considerações finais e referências).

Os artigos devem conter “resumo” em português ou espanhol ou francês e “abstract” (de até 800 caracteres cada um – com espaço), bem como “palavras-chave” em português ou espanhol ou francês e “key words” (de três a cinco palavras-chave, separadas por ponto-e-vírgula, com iniciais minúsculas, salvo quando a palavra exigir maiúscula).

 

IDENTIFICAÇÃO DO(S) AUTOR(RES):

O texto não poderá conter qualquer identificação do(s) autor(es), SOB PENA DE O ARTIGO SER DESCLASSIFICADO. Os dados de identificação do(s) autor(es) – OMITIDOS NO TEXTO SUBMETIDO – deverão ser lançados em folha de rosto do artigo.

A folha de rosto (em separado do texto) com os dados do(s) autor(res) deverá conter: nome completo de cada autor; e-mail, telefone e endereço completo de cada autor; profissão de cada autor; titulação acadêmica máxima e IES (e U.F.) da titulação de cada autor; IES de vinculação de cada autor (se houver vinculação), bem como a U.F. da IES.

 

CITAÇÕES

As citações diretas de até três linhas serão feitas entre aspas, no mesmo parágrafo. Acima de três linhas, devem ser feitas em novo parágrafo, com recuo de 4 cm a partir da margem, sem aspas, e depois de dois-pontos. Locuções em língua(s) estrangeira(s) e destaques deverão ser redigidos em itálico.

 

NOTAS DE RODAPÉ E REFERÊNCIAS  

Notas explicativas e referências (bibliográficas ou sites) deverão ser inseridas ao final de cada página (por meio de notas de rodapé). Não use o sistema autor-data. Todas as fontes utilizadas, diretas e indiretas, deverão ser mencionadas nas referências bibliográficas, em ordem alfabética de sobrenome do autor, com título de obra em negrito e sem itálico (títulos de periódicos ou de obras organizadas deverão estar em itálico e sem negrito), de acordo com as normas estabelecidas pela ABNT. Somente as obras efetivamente citadas devem aparecer nas referências.

Exemplos:

Obra completa:

TANAKA, Yoshifumi. The International Law of the Sea. 2. ed. Cambridge: Cambridge University Press, 2015.

Parte de obra coletiva (organizada, editada):

ANDERSON, David. Freedoms of the High Seas in the Modern Law of the Sea. In: FREESTONE David; BARNES Richard. The Law of the Sea: Progress and Prospects. Oxford: Oxford University Press, 2006, pp. 327–346.

Artigo de periódico:

BAI, Jiayu. The IMO Polar Code: The Emerging Rules of Arctic Shipping Governance. The International Journal of Marine and Coastal Law, vol. 30, Issue 4, pp. 674-699, 2015.

 

AVALIAÇÃO

Para a aceitação dos trabalhos, serão observados critérios de adequação à publicação, qualidade científica atestada pela o Conselho Editorial e por processo anônimo de avaliação por pares às cegas (blind peer review), além do cumprimento das normas de formatação de artigos estabelecidas por este Edital e normas da ABNT.

Avaliação de artigos submetidos – blind peer review: os artigos submetidos passam por uma avaliação prévia realizada pelo Conselho Editorial, verificando sua adequação a temática proposta em direito do mar. Após essa avaliação, os artigos são remetidos a dois pareceristas anônimos para a avaliação qualitativa de sua forma e conteúdo, de acordo com o processo conhecido como blind peer review.

O parecer pode ser pela Aceitação ou Rejeição. Os autores terão acesso a todos os pareceres sobre seu artigo, sem identificação do parecerista.

Veja neste link os critério de avaliação que serão utilizados pelo Conselho Editorial: Call for papers: critérios de avaliação

PUBLICAÇÃO

Os artigos aprovados pelo Conselho Editorial para apresentação no III Congresso Brasileiro de Direito do Mar serão publicados em obra própria do Congresso pela Editora D´Plácido que será lançada no dia do evento.

Os melhores artigos, a critério do Conselho Editorial, serão selecionados para compor a Revista Brasileira de Direito do Mar.

 

LINK PARA SUBMISSÃO
PRAZO ENCERRADO

Deixe uma resposta